Um bonito poema feito por alguém muito bonito também!

Para Bel, com amor…

blog 

 

Será que ela virá?
Partindo meu coração em mil pedaços
Espalhados por um chão molhado
E encerado pelas lágrimas de velhos passados
Tão pretéritos e tão vivos ao mesmo tempo
E tão azuis, amarelos e vermelhos
Ora brancos e infinitos
Nas montanhas da terra onde nasci.
Será que ela virá?
Trazendo os acordes mais belos
E a paz tão quieta
Feito a verdade que não cala
A vida que se finda
Ou um mundo que chora e geme
Gemendo à dor do parto
Da fome
Da seca
Da vida e da morte.

Escrito por Maurício Beirão, meu querido Alemão.
(Eu vou, e ganharei a aposta, meu bem!)
Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Alemão
    ago 04, 2009 @ 21:28:35

    Bel, ficou massa demais!
    Parabéns pelo blog, já sou seguidor assiduo!

    Responder

  2. Alemão
    ago 04, 2009 @ 21:29:14

    Só não vai ganhar a aposta!!

    Responder

  3. Carina
    ago 05, 2009 @ 12:07:31

    Meus queridos! É tão bom saber que a vida nos reuniu!
    Obrigada por fazerem da poesia algo presente e vivo em dias de tantas dores!
    Amo vocês!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: